ORQUIDEAS COMO HOBBY

As orquideas fascinam pela sua beleza, formato e cores.

Algumas exalam perfumes peculiares.

Outras são tão pequenas e as vezes não são valorizadas.

Existem, também, aquelas que chamam atenção pelo seu porte e algumas cujas flores duram até 60 dias.

Mas, o tempo médio de duração de uma flor está entre 2 a 4 semanas.

Tudo isso e alguma coisa mais, é que torna o seu cultivo uma "cachaça"; pelo menos é o que diz a maioria dos orquidófilos, e eu me incluo entre Eles

Luizlelo 10 03 2005

quinta-feira, 31 de março de 2011

FOTOS DE ORQUIDEAS




FOTOS DE ORQUIDEAS



























ADUBAÇÃO

Periodicamente, deve-se colocar adubo para que a orquidea cresça saudável e tenha flores vistosas.
Existe o adubo granulado ou em pó, que pode ser colocado no vaso, sempre longe das raizes, e o adubo líquido ou foliar, que deve ser borrifado diretamente nas folhas ( nos dois lados ).
Existem, ainda, outros produtos que auxiliam no cultivo das plantas, como o enraizador, que dá mais força às novas raizes que irão aparecer.
É comum o aparecimento de fungos e pragas, que devem ser prontamente combatidos, seja atraves de limpeza manual, ou com produtos quimicos adquiridos em casas agropecuárias.
Outra preocupação é com a rega das plantas. No verão, recomenda-se rega mais constante, porém, no inverno, estas devem ser bem mais espaçadas. E o ideal, é que o ambiente em que se encontram as orquideas seja de bastante umidade, tal qual elas encontram em seu habitat natural

Nitrogênio, Fósforo e Potássio ( N.P.K., respectivamente ) são nutrientes básicos ao desenvolvimento de qualquer planta.
As formulações são representadas em números e assim distribuídas: 30-10-10 ou 20-8-8 para as plantinhas novas; 18-18-18 para o crescimento em geral; e 19-6-20 para os quatro a seis meses que antecedem a floração.
O ideal é 1 colher de chá rasa para 3 litros de água.
Use o adubo molhando ou pulverizando a planta e o xaxim, inclusive, por debaixo das folhas, onde a absorção dos líquidos é maior. A aplicação deve ser feita a cada duas semanas durante o período de crescimento ( primavera-verão ), suspendendo-se as aplicações durante o período de repouso ( inverno ).
O excesso de adubo, como o de água, é prejudicial às plantas.

Lembramos para que serve cada elemento na adubação:
NPK
Nitrogênio (N) - É o responsável pelo crescimento, por entrar na formação das proteínas.
Fósforo (P) - Estimula o crescimento das raízes, o florescimento e ajuda na formação das sementes, apressando a maturação.
Potássio (K) - Aumenta a resistência às doenças e melhora a qualidade dos frutos, por ajudar na produção de amido e proteina.